JANEIRO

Ramiro S. Osório: Ao largo de Delos

Alexandre Sarrazola: Smalloch

Gisela Canãmero: Um mosquito num voo baixo. Um poeta na revolução

 

FEVEREIRO

Jorge Aguiar Oliveira: Pena de morte

João Urbano: O caso Salvaterra

 

MARÇO

Jorge Fazenda Lourenço: Azares da poesia

 

ABRIL

Fernando Machado Silva: Um espelho para reproduzir as mutações da vida

Carlos Alberto Machado: Puta de filosofia

 

MAIO

Carlos J. Pessoa: Três textos excêntricos

Guilherme Pelote: Um rapaz chamado Rupert partiu-te o nariz com um pau?

Maria Brandão: Corpo triplicado

 

JUNHO

Álamo Oliveira: Burra preta com uma lágrima

José Martins Garcia: Alecrim, alecrim aos molhos

 

JULHO

Manuel Tomás: Falquejando os dias

 

SETEMBRO

José Martins Garcia: Poesia reunida

Vitorino Nemésio: Poesia I (1916-1940)

Jaime Rocha (coord.): Poesia, Um Dia. Poetas em Ródão (2012-2017)

 

OUTUBRO

Nuno Dempster: Há rios que não desaguam a jusante

Leonor Sampaio da Silva: ABN da pessoa com universo ao fundo (2.ª edição)

Luigi Pirandello: Barrete de guizos / O homem, a besta e a virtude

Álamo Oliveira: Até hoje. Memórias de cão

José Martins Garcia: Memória da terra

 

NOVEMBRO

Manuel Tomás: José da Rosa de Lemos Jr. Vida e obra de um músico (1917-2017)

Cláudia Lucas Chéu: Beber pela garrafa

José Viale Moutinho: A pessoa indicada

Vitorino Nemésio: Teatro: Amor de Nunca Mais / Ficção: Paço do Milhafre / O Mistério do Paço do Milhafre

 

DEZEMBRO

Rui Xerez de Sousa: Ao ouvido do Diabo

Vitorino Nemésio: Sob os signos de agora / Conhecimento de poesia / Elogio histórico de Júlio Dantas

 

=  EM ACTUALIZAÇÃO  =