Rui Almeida

Nasceu em Lisboa em 1972 e publicou cinco livros de poemas antes deste: Lábio Cortado (Torres Vedras: Livrododia, 2009), Caderno de Milfontes (Nazaré: volta d’mar, 2011), Leis da Separação (Coimbra: Medula, 2013), Temor Único Imenso (Fafe: Labirinto, 2014), A solidão como um sentido, seguido de Desespero (Lisboa: Lua de Marfim, 2016).
Tem colaboração em várias antologias e revistas. Mantém, desde 2003, o blogue Poesia distribuída na rua (ruialme.blogspot.com).

Na Companhia das Ilhas