Jean-Pierre Sarrazac

Jean-Pierre Sarrazac foi aluno de Barthes e Dort, animador da Travail Theâtral – talvez a melhor revista de teatro, de sempre – foi Director dos Estudos Teatrais de Paris III, é autor de uma vintena de peças de teatro e é, sem dúvida, um dos grandes pensadores do teatro contemporâneo e da polifonia das suas escritas dramáticos, da sua pluralidade, que tanto defende através da sua teoria do teatro rapsódico.

A sua obra Poética do drama moderno e contemporâneo (Éditions do Seuil) é um clássico da ensaística sobre a escrita dramática.

Sarrazac fez também incursões na encenação – O sonho, de Strindberg, na Comédie de Caen – e Lavrador da Boémia, de Joanhees Von Saaz, no Cendrev/Teatro da Rainha. Editou recentemente Strindberg, o impessoal, na L’Arche.

A sua peça O fim das possibilidades foi encenada por Nuno Carinhas/Fernando Mora Ramos numa co-produção entre o Teatro da Rainha e o TNSJ.

Companhia das Ilhas

Subscreva para receber novidades sobre os nossos livros

I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )

O seu e-mail está seguro. Pode deixar de subscrever a newsletter em qualquer altura.

Na Companhia das Ilhas